Home 7 dicas para manter o trabalho remoto saudável e eficiente
Post
Cancelar

7 dicas para manter o trabalho remoto saudável e eficiente

Fala galera! Seis tão baum?

Desde que o mundo entrou na pandemia do COVID-19, tudo mudou. O mundo como conhecíamos não existe mais, e o momento exigiu mudanças drásticas em nossa rotina de vida e trabalho.

Após mais de dois anos de período pandêmico, ainda estamos no chamado “novo normal” e ao que tudo indica, as mudanças no estilo de vida das pessoas e na forma de trabalho, serão permanentes.

Diante das recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e do Ministério da Saúde, o Brasil também teve que aderir as medidas de isolamento social, a fim de reduzir o progresso da contaminação e não colapsar o sistema de saúde.

Com isso as empresas e os profissionais tiveram que sair correndo para se adequar e aderir o modelo de Home Office. Isso trouxe enormes desafios tanto para o colaborador quanto para as empresas.

E a saúde mental, como está?

Trabalho remoto não está condicionado somente ao trabalho em casa (Home Office), pode ser um hotel, cafeteria ou mesmo um espaço de coworking.

O importante é estar em algum lugar que tenha condições de exercer suas atividades fora do ambiente da empresa.

Lembre-se: Quando você trabalha remotamente você sempre está trabalhando com alguém ou para alguém. Isso significa que a colaboração precisa fazer parte do seu dia a dia, não necessariamente em tempo real, mas não dá para economizar na comunicação.

Recentemente estamos vivendo a era hibrida, com boa parte da população vacinada e mesmo que de forma tímida, o retorno ao escritório já é uma realidade.

Como mencionei anteriormente, nada será como antes, o modelo 100% presencial dificilmente será adotado novamente, e ao que tudo indica, o híbrido será o modelo padrão.

O híbrido tem muitos desafios e ressalvas, mas vou deixar este assunto para um próximo artigo!

Vamos la!

Empresas

A verdade é que a grande maioria não estava preparada para o trabalho remoto. O que mais se viu nos primeiros dias de restrição, foram equipes de TI correndo para adequar a infraestrutura da empresa e viabilizar o Home Office.

Isso ficou nítido quando o funcionário precisava levar o desktop da empresa para casa. As empresas não estavam conseguindo alugar equipamentos, e o mercado de locação não tinha estrutura para atender a forte demanda. Isso foi o reflexo da falta de preparo tecnológico e do ceticismo de algumas empresas em relação à eficiência do Home Office.

Não se trata somente de alocar um notebook para o funcionário levar para casa.

Além da infraestrutura a empresa precisa ter um protocolo de compartilhamento de informações bem definido.

Em outras palavras, a empresa tem que se estender até o home office, a telefonia tem que funcionar, o sistema da empresa deve estar disponível fora da rede interna, os compartilhamentos de arquivos, os e-mails corporativos, as reuniões e muito mais.

O que estávamos vivendo não era o Home Office de verdade, é sim uma movimentação emergencial por parte das empresas, na tentativa de minimizar as perdas causadas pela crise econômica, e de alguma forma evitar demissões em massa.

Hoje, podemos ver que o cenário ainda não é ideal, o trabalho remoto é a nova cultura de trabalho, e as empresas terão que investir de forma assertiva afim de tornar seu ambiente de trabalho moderno, escalável e altamente disponível.

Além do adicional esforço para fazer o modelo híbrido funcionar, o trabalho remoto passou a ser uma ferramenta para atrair novos profissionais ou mantê-los na empresas.

Reflexo também da concorrência internacional, quebrada a barreira do vínculo presencial, a demanda de vagas internacionais para trabalhar do brasil só aumentam.

Colaborador

Da mesma maneira, o colaborador terá vários desafios pela frente!

Para funcionar, é necessário muita disciplina e maturidade profissional.

Muita gente acha que começar a trabalhar em Home Office é dormir até mais tarde, sair a qualquer momento, jogar vídeo game a tarde e trabalhar a hora que bem entender.

Mas não funciona assim, se você é um contratado, tem que lembrar que seu contratante cumpre com horário comercial, e se você é colaborador da empresa, precisa manter a carga horária de trabalho como no trabalho local.

Outro ponto importante é que não se trata somente de você, caso você não tenha um ambiente familiar que colabora e te ajude no processo, não vai dar certo.

Diferente do trabalho local, em casa você terá inúmeras distrações, você terá que lidar com TV ligada, crianças brincando pela casa, cachorro latindo, ruídos domésticos, interação com os cônjuges, entre tantas outras distrações que podem fazer do trabalho remoto um pesadelo.

Aí você deve estar se perguntando: dá para fazer funcionar? Dá sim, é só seguir algumas dicas e você terá sucesso no trabalho remoto.

1 – Local de Trabalho

É fundamental criar um espaço de trabalho, defina um cômodo da casa para ser seu escritório. Deixei seu ambiente de trabalho agradável de maneira que você se sinta bem estando ali!

  • Tenha uma boa conexão de internet e em alguns casos, pense em ter uma segunda opção como redundância.
  • Seja notebook ou desktop, tenha uma boa estação de trabalho, se possível invista em bons periféricos e pincipalmente em ergonomia.
  • Trabalhar com dois monitores por exemplo é extremamente produtivo. Uma boa webcam e iluminação adequada podem ajudar nas reuniões via conferência.
  • Atenção especial na mesa e na cadeira, não tenha medo de investir nestes dois itens.
  • Você precisa ser produtivo, mas não pode esquecer nunca de sua saúde.
  • E por fim, mantenha seu escritório organizado, não é porque está em casa que você precisa deixar tudo bagunçado. Lembre-se que ainda terá que fazer reuniões!

2 – Rotina de Trabalho

Você está em casa, mas sua jornada de trabalho não precisa ser eterna. É extremamente importante estabelecer uma carga horária de trabalho.

Este é o maior erro dos profissionais que estão começando no Home Office, você precisa entender o momento em que está trabalhando e o momento que está em casa.

  • Se você tem um horário fixo de trabalho deve cumpri-lo rigorosamente.
  • Se o seu trabalho permite horários flexíveis, e você se sente mais produtivo a noite, trabalhe a noite. Afinal, esse é uma das vantagens do trabalho remoto.

Só tome cuidado com o convívio familiar, não ter um tempo com a família pode virar um grande problema.

3 – Roupa de Trabalho

Outra dica importante está na vestimenta, por favor, não trabalhe de pijama o dia todo!

  • Vista como se de fato fosse ir para o trabalho, caso tenha necessidade de sair ou fazer uma conferência já estará pronto.
  • É necessário que você e todos aos seu redor entendam que está trabalhando, não está em férias ou no domingo em casa.

Não precisa ser a melhor roupa, mas precisa manter a rotina de se arrumar para o trabalho, isso é fundamental.

4 – Familiares e Trabalho

Ponto crucial para o sucesso em Home Office.

Seus familiares precisam entender que embora esteja em casa, no seu escritório, aquele é seu ambiente de trabalho.

  • Resolver problemas pessoais durante o horário de trabalho devem ser evitados.
  • Se possível, mantenha sempre a porta fechada.
  • Para quem não mora sozinho, avise todos os familiares que durante o expediente você está trabalhando.

É imprescindível a compreensão e a cooperação de toda sua família neste processo, se eles não levarem a sério isto, não vai funcionar o trabalho remoto para você!

5 – Comunicação

Não se isole no Home Office.

• Mantenha contato com seus colegas de trabalho. Chefes, clientes ou fornecedores. • Não utilize somente e-mails ou programas de mensagem, comunique-se por telefone algumas vezes, escute a voz de outros seres humanos 😊.

6 – Cuidado com Informações

Assuntos sigilosos da empresa continuam sendo sigilosos e devem ser tratados com muito cuidado sempre.

7 – Saia do Trabalho

Não se torne refém do trabalho, como estamos em casa isso é fácil de acontecer. Você precisa entender que depois de sua jornada de trabalho, precisa ir para casa!

Ter um bom entendimento deste conceito é fundamental para o equilíbrio entre trabalho e família.

E por fim, para trabalhar em casa, disciplina é a palavra-chave!

Apesar dos desafios, quem consegue administrar o Home Office, acaba trabalhando melhor é mais produtivo e entrega mais resultados. É bom para o colaborador, melhor ainda para a empresa.

Espero que gostem!

Forte abraço.

Este post está licenciado sob CC BY 4.0 e pelo autor.