Home [Homelab] #2 Update do ambiente
Post
Cancelar

[Homelab] #2 Update do ambiente

Fala galera! Seis tão baum?

Segundo update do Homelab da Unicast Cloud, essa semana recebi mais alguns periféricos e acessórios que comprei no Ali Express.

Na medida do possível, estou começando a montar os hardwares e dando início nos testes.

Essa semana chegou os seguintes itens

  • 2 x Raspberry Pi 4 de 4GB
  • 4 x POE Hat para Raspberry Pi 4
  • 2 x Cartões micro SD 1TB

Problemas encontrados

Problema é o que não faltou essa semana, precisei quebrar a cabeça e testar várias possibilidades para tentar reverter os encontrados.

A premissa mais importante do meu projeto, seria ligar meu cluster raspberry pi utilizando a tecnologia PoE, com isso precisei comprar um HAT POE para acoplar no raspberry.

Bom, o maior problema foi justamente com o PoE.

Primeiro problema:

Ao acoplar o HAT no raspberry pi, você precisa utilizar espaçadores de 2,5mm para parafusar o conjunto e para minha surpresa o espaçador que vem o HAT e menor que o necessário. Logo, não tem muito o que fazer, preciso arrumar algo para ajustar a diferença e conseguir parafusar o HAT.

Como mencionei no primeiro post, o case para o cluster veio errado e vou precisar comprar mais um para poder compor todas as partes, nele, vei alguns spacers de acrílico, vai me fazer falta lá na frente, mas é o que tenho de momento para resolver o problema de espaçamento do HAT.

Resolver “mais ou menos”, o spacer acabou sendo um pouco maior e com isso, quando o HAT está acoplado ele fica um pouco acima, não encaixando o conector por inteiro na GPIO do raspberry pi.

Outro detalhe é no espaçador entre as placas, com o HAT acoplado o rasbberry fica maior e com isso a lâmina de acrílico fica pegando na placa, a alternativa foi dobrar os espaçadores, não ficou feio, mas também não ficou bonito. E novamente, vai me fazer falta lá na frente.

Conclusão, resolvi os problemas, pero no mucho!

Comprei um kit de espaçadores de 2.5mm no aliespress, e espero que com ele eu consiga resolver os problemas do HAT e do rack.

Segundo problema

Ao começar os primeiros testes para validar o funcionamento do raspberry pi com o HAT PoE, me deparei com algo muito estranho. Ao tentar acessar o sistema operacional, vi que o PI4 estava demorando muito para pegar IP via DHCP, e depois que ele de fato estava com conectividade, o acesso via SSH também estava extremamente lento.

A nível de não ter como usar, um simples apt-get update estava demorando quase 30 minutos.

Na minha cabeça, as primeiras causas seriam: HAT PoE ou cartão SD.

Sem problemas, tenho outros HATs e cartões, bora testar!

Troca cartão, troca HAT e o problema persiste, comecei a pensar que era o HAT, pois como não tenho multímetro não tinha como aferir se estava chegando energia necessária para o PI4. Apesar que a olho nu estava tudo funcionando sem maiores problemas.

Algo que era até simples de eliminar se eu tivesse uma fonte para ligar o PI4, a que tenho aqui só serve no PI3. Desta forma ficou somente a validação do achômetro.

Como não tinha como validar se o HAT estava com problemas, o que também estava meio que tirando de cabeça, pois testei 4 peças e todas com o mesmo comportamento, foquei nos cartões.

Testei vários cartões de capacidade diferente e o problema de lentidão persistia.

Como os cartões são Xing Ling, resolvi fazer um teste com um cartão descente de 256GB da Sandisk Extreme Pro que uso na câmera.

Mesmo problema.

Ou seja, hora de condenar o HAT PoE. Não satisfeito, e nervoso é claro, resolvi fazer um último teste, peguei meu cartão de 16GB Sandisk Ultra que está no PI3 com Pi-Hole instalado e pluguei no PI4 com HAT PoE.

E para minha surpresa! Insta DHCP, insta ssh e OS fluindo rápido e lindo como deveria!

Por um lado, estava feliz que estava funcionando, por outro, uma dúvida sem tamanho, se não é o HAT, então são os cartões Xing Ling, tá, mas por que o cartão de 256GB da Sandisk Extreme Pro não funcionou bem?

Até agora, não sei explicar! Preciso procurar mais sobre, pois não tenho ideia do que pode ser. A relação do sistema estar lento por conta do cartão, faz sentido, uma vez que o SD é o HD do PI4, mas essa relação de tamanho em GBs com o HAT não faz o menor sentido.

Bom, hora de arriscar, fui ao mercado livre e comprei 2 x cartões da Sandisk 32GB Ultra, a exemplo do meu de 16G que está no PI3 e que estava funcionando perfeitamente no PI4 + HAT PoE.

O cartão é o mesmo, mas a quantidade de GBs diferente, isso foi proposital até mesmo para tirar de cabeça essa relação absurda entre o tamanho do SD e o HAT PoE.

Com a chegada dos novos cartões já fui logo instalando o sistema para testar, com aquele frio na barriga, mas fui!

Não é à toa que nem abri o segundo, qualquer coisa ainda existia um mundo onde poderia pedir a devolução!

Mas para minha felicidade, mesmo que parcial (descobri que os cartões Xing Ling, não prestam e vou ter que ver o que fazer com eles) o PI4 pegou DHCP muito rápido e a exemplo do cartão de 16GB, funcionou perfeitamente!

Ou seja, descoberto o problema. Os cartões Xing Ling, são uma porcaria e não funcionou de forma alguma, porém, ainda vou fazer um teste com eles no PI3 com fonte de alimentação, ainda acho que sim, tem algo de errado quando o PI4 está com o HAT PoE, é meio doido, mas faz algum sentido.

Agora, a pergunta que fica é: por que o cartão original da Sandisk Ultra funciona e o Extreme Pro não?

Eu não tenho ideia, só sei que nos próximos PIs vou usar o mesmo modelo e tentar não ter dor de cabeça.

Aliás, depois que o primeiro deu certo, testei o segundo cartão no segundo conjunto de PI4 + HAT PoE e funcionou perfeitamente.

Ou seja, por hora dá para seguir a vida e começar os testes com o cluster Kubernetes!

Atualizando os componentes do projeto

  • Roteador MikroTik hAP Ac2
  • Switch PoE TP-Link TL-SG1008P
  • Dell OptiPlex 3050
  • Raspberry Pi 3B
  • Raspberry Pi 4 (4GB)
  • Raspberry Pi 4 (8GB)
  • PoE HAT
  • Rack Mout (parcialmente)
  • Cartões SD classe 10
  • Patch Cord UTP CAT6
  • Case Retroflag SuperPI para PI3

Conclusão

Bom, mesmo diante dos problemas encontrados até agora, o projeto está andando, precisa de alguns ajustes, mas já trouxe alguns aprendizados. E de certo modo, eu já esperava ter alguns destes problemas, o fato de comprar na china, demorar para chegar, você está olhando somente uma foto, enfim, muitas possibilidades de dar algo errado.

Mas tudo tem seu lado bom, o fato de ter que resolver esses problemas não é ruim, pois na vida real é assim, quem nunca foi reestruturar um datacenter e teve vários destes problemas?

Faltou um parafuso, porca gaiola, um switch que foi para outro rack e agora o cordão ótico não dá o tamanho, várias coisas acontecem mesmo que você tenha planejado tudo, tenha mapeado cada item que seria necessário na hora da atividade, sempre algo foge do controle, e nessas horas que você precisa estar preparado para contornar e achar a melhor solução.

E é por isso que eu digo a você: é muito interessante você ter um homelab, pois ele vai trazer vários cenários do dia a dia de um profissional de TI, sem a abstração de nuvem que estamos acostumados hoje.

Coisas simples que talvez você não saiba ou já faz muito tempo que fez, como crimprar um RJ45!

E tenha sempre em mente, você não irá acertar de primeira, vai ter algum prejuízo aqui ou ali, escolhas boas e ruins, mas faz parte do jogo!

Por mais que você tenha alguma dor de cabeça, você irá se divertir bastante com a experiência de ter um homelab.

Logo, trago mais atualizações do projeto!

Forte abraço a todos!

Este post está licenciado sob CC BY 4.0 e pelo autor.