Home [Review] Logitech MX Vertical
Post
Cancelar

[Review] Logitech MX Vertical

Fala galera!

Mais um artigo sobre periféricos. Como sabem sou entusiasta de tecnologia, e sempre estou em busca de ter o setup amai ergonômico e produtivo.

Trabalho em casa, fico sentando a frente do computador no mínimo 8 horas por dia, na maioria deles, isso pode facilmente aumentar para 10 a 12 horas de trabalho. Logo, ergonomia é algo muito importante por aqui.

Aqui no escritório já tenho algumas iniciativas para ajudar na carga de trabalho, uma das mais importantes é minha mesa com regulagem de altura, que em breve vou fazer uma analise aqui para o site.

Mas falando de periféricos os maiores ofensores são o mouse e o teclado. Falando de teclado, hoje utilizo um Logitech G915 TKL, é um excelente teclado wireless e mecânico, porém ainda quero fazer uma nova experiência com um mecânico com switch azul, sim aqueles bem barulhentos, é o que mais gosto.

Atualmente eu uso o MX Master 3 da Logitech, e sem dúvidas é o melhor mouse que já utilizei para produtividade. Mesmo assim, esses dias comecei a ter um pouco de desconforto na mão direta (mouse), o que me fez considerar a testar o Logitech MX Vertical.

Não é o mouse mais bonito do mundo, mas acho o design bem interessante.

O MX Vertical é o mouse projetado para fornecer uma aderência mais neutra para evitar torções do antebraço que podem levar a LER (Lesão por Esforço Repetitivo).

O MX Vertical é um mouse vertical com uma pegada “handshake”. Isso significa que segurar o mouse é quase como quando você está dando um aperto de mão.

Ele fornece um ângulo de 57 graus que deve fornecer a postura ergonômica ideal para sua mão. Há uma borda para o polegar descansar e o dedo indicador e os dedos médios descansam nos botões esquerdo e direito.

O mouse é extremamente leve, apenas 135 gramas, é recarregável com uma carga rápida USB-C, dando ao mouse 3 horas de uso a partir de uma carga rápida de um minuto. Uma carga completa dá ao mouse cerca de quatro meses de uso.

Há os botões normais direito/esquerdo do mouse, a roda de rolagem central e, em seguida, os botões voltar/avançar pelo polegar. Na parte superior há outro botão especial que permite alterar o DPI em tempo real. Você pode ter configurações de DPI pré-programadas e alterar facilmente essas duas opções.

Na parte inferior do mouse estão o botão liga/desliga e o botão de canal que permite alternar entre até 3 dispositivos diferentes emparelhados com este mouse, pois o mouse pode ser conectado ao seu computador ou tablet via Bluetooth ou o receptor USB incluído

Sobre o que achei até agora do MX Vertical.

É um mouse bastante leve, principalmente por seu tamanho, então clicar em um botão requer que eu segure o lado oposto com o polegar para evitar que o mouse se mova para onde eu queria clicar, o que não acontece com um mouse convencional.

O fato de ter uma mão pequena, ajusta perfeitamente meus dedos nos botões direta/esquerda, mas os botões de função avançar/voltar que fica acessível com o polegar é muito distante, fazendo com que eu só consiga utilizar o fim do botão, que é o voltar, o avançar praticamente eu tenho que fazer uma manobra para apertá-lo.

Outro ponto negativo, seria a sensação da roda de rolagem, não que ela seja ruim, mas se você já usou o MX Master 3 sabe o que estou falando.

O MX Master 3 permite você escolher entre duas resistências de rolagem, alternadas pelo botão logo abaixo dela. Sem barulho algum e a facilidade de alternar a rolagem livre ou por clique em poucos segundos.

Já o MX Vertical tem uma sensação de clique e som de catraca quando utilizado. Neste caso, não tem como não lembrar do MX Master 3 ou mesmo do MX Anywhere 3 que tem a mesma mecânica.

Fiquei empolgado em experimentar o MX Vertical, no geral é um mouse muito confortável, e interessante.

Na minha opinião não achei que a ergonomia apresentada no produto traga benefícios suficientes para me fazer querer mudar do meu mouse favorito que é o MX Master 3.

Mas isso é uma questão de gosto, ainda pretendo utilizá-lo por mais tempo para ver como será minha adaptação, e meu veredito final.

É isso galera, espero que gostem.

Forte abraço

Este post está licenciado sob CC BY 4.0 e pelo autor.

Microsoft EA x CSP, qual é a melhor opção?

Poster de certificações Microsoft - Junho 2022